AtualAnteriores → Edição nº 151

INFORM@TIVO

 

EM PAUTA

Após Campinas, Vale do Paraíba e São José do Rio Preto receberão Seminário AHESP.

No último dia 24 de outubro, representantes de hospitais e clínicas de Campinas e região puderam aprofundar seus conhecimentos em torno da Reforma Trabalhista, que entrará em vigor agora em novembro e, também, tirar dúvidas com especialistas experientes no setor Saúde, durante o Seminário AHESP – “A Reforma Trabalhista e a sua Impactação no Setor Médico-Hospitalar Brasileiro”.

Criado pela Associação dos Hospitais do Estado de São Paulo, o evento reuniu mais de 200 pessoas na Capital, no mês de agosto e, agora, segue para cidades do Interior, com uma programação bastante abrangente:


Em Campinas, o Seminário foi realizado no Hotel Vila Rica, teve abertura feita pelo presidente da AHESP, Dr. Eduardo de Oliveira, e contou com as apresentações dos doutores Dagoberto José Steinmeyer Lima, Wagner Barbosa de Castro e Ricardo Ramires Filho.

No mês de novembro, mais duas regiões do Estado de São Paulo terão oportunidade de debater sobre a nova legislação e a participação é aberta a Associados AHESP (R$ 80,00) e também a Não Associados (R$ 100,00).

Confira abaixo a agenda, reserve a data e faça sua inscrição em www.ahesp.com.br

São José dos Campos São José do Rio Preto
09/11/17 – das 9 às 13 horas
Hotel Nacional Inn
29/11/17 – das 9 às 13 horas
Sociedade de Medicina e Cirurgia

É NOTÍCIA - SUS

Ministro diz que vai economizar R$ 20 bilhões com informatização

Foto: Risnic Fotografia

Na semana passada, o ministro Ricardo Barros aproveitou o evento dedicado às novas tecnologias no setor saúde realizado em São Paulo, para declarar mais uma vez que a informatização do sistema nacional é a prioridade da sua gestão. Segundo ele, com a implementação total das medidas para melhorar a qualidade de dados e integrar as informações entre União, estados e municípios, o Ministério economizará cerca de R$ 20 bilhões.

Com a informatização completa, poderemos melhorar muito o sistema de gestão, fazer grandes economias, evitar repetição de exames, diminuir solicitações de procedimentos, por exemplo. Nós precisamos propor um modelo que financia a saúde, não a doença como é hoje”, afirmou.

O ministro destacou que estão sendo investidos R$ 1,5 bilhão por ano para a formulação do DIGISUS (plataforma digital que reúne todos os sistemas dos SUS) e que R$ 67 milhões desse montante estão sendo usados para a aquisição de supercomputadores. Outro avanço citado foi o sistema de Biometria, feito em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral que, de acordo com Barros, proporcionará maior segurança no registro e acesso a informações dos cidadãos, além de contribuir para evitar fraudes.

Barros fez questão, no entanto, de pontuar as resistências que o Ministério da Saúde tem enfrentado na implementação do novo modelo, principalmente por alguns profissionais que não aceitam se submeter a processos de controle mais eficientes proporcionados pelas tecnologias digitais.

Fonte: Saúde Business


Saúde vai reincluir medicações oncológicas e hospitalares em lista do SUS

Arquivo Agência Brasil

O Ministério da Saúde anunciou, também na última semana, que vai reincluir medicações indicadas para a assistência hospitalar e oncológica na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais do SUS. Segundo a pasta, eles estavam fora do rol desde 2010. Além disso, para 2018, a Rename será modernizada e estará disponível em uma ferramenta online para consulta de gestores, profissionais de saúde, usuários e órgãos de controle do país.

Com a reinclusão, a Rename contará com, no mínimo, 1.098 medicamentos e insumos; a última trazia uma lista com 869 itens. Entre os medicamentos estão anestésicos e adjuvantes, antimicrobianos, antídotos, além de medicamentos oncológicos e para nutrição parenteral e parto. A proposta foi construída após análise técnica com base na indicação e uso desses fármacos no país e no mundo. Segundo o ministério, especialistas avaliarão a nova lista e poderão propor alterações.

A nova lista trará os medicamentos divididos por níveis de atenção e cuidado: atenção básica, atenção especializada ambulatorial, atenção hospitalar e oncológica. Nas últimas edições, a Rename atendia a critérios técnicos do Ministério da Saúde de acordo com o financiamento da assistência farmacêutica, dividida por: básicos, estratégicos e especializados. Os medicamentos da lista também virão com a indicação de onde eles podem ser encontrados e qual órgão é o responsável pela sua aquisição (União, estados ou municípios).

Segundo o ministério, para os profissionais de saúde, a nova relação vai facilitar a indicação de tratamento adequado além de direcionar melhor o paciente sobre onde ele pode retirar o fármaco. Já para usuários do SUS, Poder Judiciário e órgãos de controle, a padronização dá transparência sobre qual o órgão responsável por garantir a assistência farmacêutica, em casos de ações judiciais.

O ministro Ricardo Barros informou que os medicamentos oncológicos e hospitalares reincluídos também passam a constar no Banco de Preços da Saúde (BPS), o que pode gerar economia para as contas públicas.

Fonte: Agência Brasil


É NOTÍCIA - ANS

Agência Nacional de Saúde Suplementar disponibiliza Biblioteca Digital

Desde a última quinta-feira, 26 de outubro, a ANS está disponibilizando sua Biblioteca Digital ao público, através de seu portal. A ferramenta permite acesso ao acervo bibliográfico do órgão regulador, beneficiando pesquisadores, estudantes e profissionais da saúde.

A Biblioteca Digital reúne trabalhos acadêmicos, periódicos, livros, fotografias, cartilhas, folhetos e vídeos, entre outros materiais, sobre a saúde suplementar e com relevância no setor, além das publicações produzidas pela própria Agência Nacional de Saúde Suplementar.

O projeto teve início internamente, com a transição da biblioteca física para a digital, disponível aos servidores da Agência através da intranet. Agora, nesta disponibilização externa, a reguladora espera compartilhar conhecimentos e sua memória institucional.

Queremos garantir o acesso gratuito e público ao conhecimento gerado pela instituição e produzido na área de saúde suplementar. Nossa intenção é dividir dados, estudos e informações com toda a sociedade, contribuindo para a universalização da informação”, explica Simone Freire, diretora de Gestão Interina da ANS.

A Biblioteca terá atualização permanente do seu conteúdo, distribuído de forma organizada por título, autor, assunto e idioma, entre outras opções de busca.

Clique aqui e conheça a Biblioteca Digital da ANS.

Fonte: ANS

Coparticipação e Franquia: prorrogado prazo para participar de pesquisa

A Agência Nacional de Saúde Suplementar prorrogou por 15 dias o prazo de participação na pesquisa sobre Mecanismos Financeiros de Regulação – Coparticipação e Franquia. Tendo em vista a complexidade do tema e, especialmente, seu impacto na regulação do setor, o período de coleta de contribuições foi estendido até 9 de novembro, de forma a possibilitar maior participação da sociedade. 

O objetivo desta pesquisa é reunir contribuições adicionais em relação à minuta de Análise de Impacto Regulatório (AIR) sobre Mecanismos Financeiros de Regulação, a fim de que a Diretoria de Desenvolvimento Setorial (DIDES) possa dar encaminhamentos finais ao Grupo Técnico que tratou do assunto.

O conteúdo da AIR sobre Mecanismos Financeiros de Regulação já vem sendo discutido há algum tempo na ANS. Contudo, em razão das recentes mudanças ocorridas no corpo diretivo da agência, optou-se pela disponibilização da minuta do documento para nova colheita de contribuições. Desta vez, focada nas próprias motivações apresentadas para adoção da medida regulatória proposta. 

Qualquer pessoa poderá contribuir com a pesquisa. No formulário disponibilizado na internet, há espaço para as considerações ao fim de cada item dos cinco capítulos do documento. Cabe ressaltar que não serão divulgadas as contribuições de forma individualizada.

minuta está disponível aqui e a pesquisa pode ser respondida por meio deste link.

Fonte: ANS


ONA

Cláudio Allgayer assume presidência da Organização Nacional de Acreditação

Após passar por uma reestruturação interna, a Organização Nacional de Acreditação comunica mudanças em sua gestão. O então vice-presidente, Dr. Cláudio Allgayer, assume a presidência da instituição e o Dr. Fábio Azevedo de Almeida, que era assessor da presidência, torna-se procurador institucional.

Em virtude do afastamento necessário para a recuperação do Dr. Arlindo de Almeida, o Conselho entendeu a necessidade de acionar o processo sucessório. O momento é de mantermos as iniciativas e o trabalho iniciado pelo Dr. Arlindo e, por isso, todos do Conselho estão comprometidos em preservar a qualidade de sua gestão. Minha designação tem como missão assegurar o ambiente ideal para que a equipe da ONA continue desempenhando o seu trabalho da melhor forma, como vem sendo feito ao longo dos anos, esperançosos na breve recuperação do Dr. Arlindo”, enfatizou Allgayer.

Com a responsabilidade da gestão interna e representação nas atividades externas da ONA, seguindo as diretrizes do Conselho de Administração, o Dr. Fábio traz seu background como gestor para o cargo de procurador institucional.

Já atuei na direção de hospitais e operadoras de saúde, então, conheço o processo de Acreditação também como prestador de serviços. Isso me dá uma visão mais ampla de todo o processo, sabendo quais são as dificuldades das organizações e conhecendo a melhoria na gestão e aprimoramento da assistência que o processo de Acreditação acarreta às instituições”, destacou.

A AHESP, parceira da ONA desde sua criação, deseja muito sucesso a ambos!

Fonte: ONA e SetorSaúde


EVENTO

Segurança do Paciente na Atenção Domiciliar reunirá especialistas em São Paulo

Considerada atualmente como prioridade no setor Saúde, Segurança do Paciente será o tema do 3º Evento de Educação Continuada do NEAD – Núcleo Nacional das Empresas de Serviços de Atenção Domiciliar, que acontecerá no próximo dia 30 de novembro, em São Paulo.

Tendo como público alvo as equipes multidisciplinares do setor, profissionais de hospitais e operadoras de planos de saúde, o I Summit NEAD reunirá renomados especialistas em torno do tema, com uma programação bastante abrangente:

Além disso, essa terceira edição do evento de educação continuada da entidade trará outras novidades para os participantes:


O I Summit NEAD acontecerá no Teatro Shopping Frei Caneca, no dia 30 de novembro, das 8 às 18 horas e as vagas são limitadas.

Quer desconto na inscrição? O apoio da AHESP garante 10% de desconto e, para tanto, os interessados devem mencionar na ficha de inscrição, ao lado do campo “Nome Completo”, o código promocional DE1ESP.

CONFIRA

PROGRAMAÇÃO PALESTRANTES INSCRIÇÕES


Ed. Anteriores