AtualAnteriores → Edição nº 36

INFORM@TIVO

 

EDITORIAL

 

AHESP REFORÇA CONVITE PARA APRESENTAÇÃO DO NOTIVISA

Editada pela ANS em agosto do ano passado, a Resolução Normativa nº 267 estabeleceu três importantes parâmetros para a qualificação dos serviços de saúde, que serão divulgados pelas Operadoras aos seus usuários: Acreditação, NOTIVISA e QUALISS.

Apesar de sua importância, o NOTIVISA ainda é pouco conhecido e, por isso, tem registrado baixa adesão. Trata-se de um sistema de notificação de eventos adversos em saúde, disponibilizado pela Anvisa, para que os prestadores notifiquem desde um evento com profissionais médicos e enfermeiros, até problemas ocorridos com algum tipo de medicação ou equipamento.

Para aderir ao sistema, que é uma recomendação de qualidade, basta que a instituição se cadastre e indique as pessoas que ficarão responsáveis pela notificação. Importante salientar que as informações são sigilosas e que não há nenhum tipo de sanção ou penalidade para os hospitais e demais estabelecimentos de saúde.

Atendendo ao convite da AHESP, representantes da Anvisa explicarão o sistema, seu funcionamento, como aderir, tirando dúvidas e possíveis estigmas criados pela falta de informação. Agendada para o próximo dia 19 de setembro, às 14 horas, a apresentação será proferida pela Dra. Maria Eugênia Carvalhaes e pelo Sr. Leandro Roberto da Silva, na sede da Associação. Participe!

As inscrições são gratuitas, mas as vagas são limitadas. Solicite informações pelo telefone (11) 3337.5757 ou pelo e-mail erika@ahesp.com.br

Espero por vocês!

 

Dr. Volney Waldivil Maia
Presidente

 

 

É NOTÍCIA

 

CENTRO DE PESQUISA EM BIONANOTECNOLOGIA SERÁ INAUGURADO EM SÃO PAULO

Na próxima semana, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo vai inaugurar o maior Centro de Pesquisas em Bionanotecnologia da América Latina. Com investimentos de R$ 46 milhões, o prédio de 8.000 m² foi construído no campus central da USP, na Cidade Universitária. Lá, serão pesquisados e produzidos materiais com espessura milhares de vezes inferior à de um fio de cabelo. As indústrias farmacêutica, cosmética e de equipamentos médicos são os potenciais clientes.

Fonte: Revista Veja


VACINA BRASILEIRA CONTRA DENGUE ENTRARÁ EM FASE DE TESTES

Dentro de um mês, o Instituto Butantã pretende começar os testes em voluntários para o desenvolvimento de uma vacina contra o vírus da dengue, cuja expectativa é de que seja colocada à venda no País em 2015. Os primeiros testes em seres humanos são a segunda fase da pesquisa e estão dependendo apenas da liberação da Anvisa e da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep). Outra vacina também está sendo testada no Brasil, mas por um laboratório francês, e poderá chegar ao mercado um ano antes, em 2014. No entanto, o Instituto Butantã acredita que, por ser desenvolvida em boa parte do País, a vacina brasileira possa ter um custo inferior.

Fonte: Folha de S. Paulo


ONA INICIA CERTIFICAÇÃO DE SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS NO BRASIL

A Organização Nacional de Acreditação acaba de ampliar sua área de atuação para a odontologia, com o lançamento de mais um manual, no último dia 20 de agosto. A importância da iniciativa pode ser medida pelo tamanho do universo profissional, com cerca de 240.000 cirurgiões-dentistas em atividade em todo o País, mais de 33.500 organizações prestadoras de assistência odontológica e um total de aproximadamente 362.000 trabalhadores no setor, segundo dados do Conselho Federal de Odontologia. Até agora, não existia nenhuma certificação dirigida a esses serviços e a iniciativa, segundo Luís Plínio de Toledo, presidente da ONA, é uma resposta à própria categoria que reivindicava a inclusão dos serviços odontológicos entre as atividades de saúde Acreditadas. "A ONA iniciou o processo de acreditação nos hospitais, a exemplo do que ocorre em todo o mundo, para, depois, abranger as especialidades da área médica e, agora, com uma base sustentável e bastante sólida, estender o processo para os serviços odontológicos”, resume o presidente. Segundo a assessora da ONA, Maria Carolina Moreno, a acreditação é utilizada pelas organizações de saúde para implementar e avaliar a qualidade dos serviços prestados. Entre as vantagens da acreditação, cita a organização de processos, redução de custos, padronização de procedimento de segurança, redução de riscos, melhoria da qualidade da assistência e aprimoramento de gestão.

Fonte: Assessoria de Imprensa ONA

 

 

ASSESSORIA JURÍDICA

 

TERCEIRIZAÇÃO DE MÃO DE OBRA NO SETOR HOSPITALAR

As inovações tecnológicas revolucionaram o mercado de trabalho, geraram transformações organizacionais e contribuíram para impulsionar modelos baseados na flexibilização das relações trabalhistas. Nesse contexto, a terceirização de mão de obra ganhou importância em todos os segmentos e, no setor hospitalar, não é diferente. É justamente esse tema que iremos abordar no evento da Federação Brasileira de Hospitais, em São Paulo, no próximo dia 28 de setembro.

A terceirização já é realidade em estabelecimentos de saúde de todo o Brasil. Com isso, observamos uma relação mais abrangente entre hospitais, prestadores de serviços e corpo clínico. Entendemos que a terceirização é o caminho pelo qual se busca maior qualidade, produtividade e redução de custos. De olho nesses aspectos, os hospitais transferem as responsabilidades de execução de serviços por eles realizadas para empresas especializadas, ou seja, mais preparadas para realizar determinados atendimentos e/ou serviços, melhorando, desta forma, a qualidade no atendimento aos pacientes.

Os contratantes dos serviços terceirizados podem ser considerados corresponsáveis pela mão de obra perante reclamações ou questionamentos da Justiça. Por isso, o tomador deve ter muito cuidado com a contratação de terceirizados, para evitar que venham a ser considerados como solidários com o passivo trabalhista das empresas ou cooperativas contratadas.

Com as cautelas acima indicadas, o processo de Terceirização é organizacionalmente saudável, beneficiando tanto as empresas quanto os prestadores de serviços, caminhando-se no sentido da modernidade nas relações de capital e trabalho.

 

Dr. Dagoberto José Steinmeyer Lima
Consultor Jurídico da FBH e da AHESP

 

 

LEGISLAÇÃO

 

NOVO PROCEDIMENTO DE DIVULGAÇÃO

Lembramos que, com a entrada do novo site da AHESP no ar, a íntegra das Circulares publicadas pela entidade está disponível para associados na área restrita mediante login e senha.

Portanto, agora, esta seção do Informativo Eletrônico AHESP trará a relação das últimas circulares publicadas e estará reproduzindo apenas as informações referentes à legislação que forem de divulgação geral.


Últimas Circulares AHESP:


• Circular nº 032 – 14/08/12 – Novo Site – Área Restrita
• Circular nº 033 – 22/08/12 – MS/Secretaria Executiva/Portaria nº 763

Se sua instituição é associada e ainda não recebeu seu login e senha, solicite através do e-mail erika@ahesp.com.br, informando o endereço eletrônico principal para o qual deverão ser encaminhados os dados.


Ed. Anteriores