AtualAnteriores → Edição nº 61

INFORM@TIVO

 

EDITORIAL

 

EVENTO DA AHESP SOBRE SEGURANÇA DO PACIENTE SERÁ EM NOVEMBRO

Como adiantei na última edição de nossa newsletter, a AHESP estará promovendo um encontro sobre o Programa Nacional de Segurança do Paciente, visando detalhá-lo e prestar esclarecimentos sobre os procedimentos necessários para que os hospitais se insiram na prestação dessa atividade que passou a ser obrigatória.

O evento será realizado no próximo dia 13 de novembro, quarta-feira, das 9 às 12h30, no auditório do Hospital Santa Isabel, Rua Jaguaribe, 144, Santa Cecília/SP, e contará com a participação de Maria Eugênia Cury, que é Chefe do Núcleo de Gestão do Sistema Nacional de Notificação e Investigação em Vigilância Sanitária – NUVIG/ANVISA.

Nossa convidada, que já esteve fazendo uma apresentação muito esclarecedora para os associados sobre o Notivisa, certamente trará também importantes informações sobre o programa que tem por objetivo principal contribuir para a qualificação do cuidado em saúde. Afinal, ela participa do Grupo de Trabalho da ANVISA, que colabora para a formulação do PNSP e acompanha sua implementação.

O número de vagas para o evento é limitado e a inscrição é gratuita.

Até breve!

Eduardo de Oliveira
Presidente

É NOTÍCIA - ASSOCIADOS

 

NOVIDADES DA SANTA CASA DE SÃO PAULO

Após reforma com repasse de R$ 6,2 milhões, foi reinaugurada pelo governador Geraldo Alckmin, no início deste mês, a enfermaria da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Destinada ao atendimento de adultos em regime de internação, a enfermaria ganhou 29 novos leitos, sendo um de isolamento. Na ocasião, o governador anunciou investimentos de R$ 5 milhões na faculdade de medicina da instituição, além do programa de crédito para recuperação de santas casas do estado.

Na metade de outubro, foi a vez da Santa Casa abrir uma nova unidade de cuidados paliativos, com foco no controle da dor de doenças oncológicas, neurológicas e degenerativas, entre outras. A nova unidade amplia a atenção a crianças, ampliando de 10 para 50 o número de atendimentos por semana, ocupa um andar e contará com equipe de 26 profissionais de várias especialidades. Além disso, a Santa Casa está construindo um centro infantil de tratamento da dor e cuidados paliativos, com sete leitos de internação, cuja previsão é de atender 3.000 crianças por ano.

Fonte: Folha de S. Paulo e Portal Saúde Business


SAMARITANO QUER SER CENTRO DE REFERÊNCIA PARA CRIANÇAS COM CÂNCER

O Hospital Samaritano também anunciou a implantação de um Grupo de Oncologia Pediátrica e Transplante de Medula Óssea em Pediatria, com o objetivo de prestar atendimento multidisciplinar humanizado e transformar a instuição em um centro de referência. O grupo é liderado pelas médicas Carla Macedo, presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica, e Adriana Seber, presidente do grupo de trabalho da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula (SBTMO) e Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE). Com experiência em transplantes há mais de 15 anos, a equipe conta ainda com as médicas Camila Hashimoto, Valéria Ginani e Roseane Gouveia.

Fonte: Portal Saúde Business


CORAÇÃO NOVO, PROJETO DE FILANTROPIA DO SÍRIO-LIBÂNES

O Hospital Sírio-Libânes firmou parceria com nove hospitais e um AME do Estado de São Paulo para atuar na identificação e acompanhamento pré e pós-operatório de pacientes cardíacos. O projeto Coração Novo integra a Escola de Transplantes do HSL, dentro do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (Proadi-SUS), do Ministério da Saúde. Além do atendimento aos pacientes, análise e tratamento de casos, o projeto incluirá capacitação de profissionais no Centro de Cardiologia do hospital. As unidades integrantes são o Hospital Geral do Grajaú, Conjunto Hospitalar do Mandaqui, Hospital Heliópolis, Santa Casa de São Paulo e Hospital Santa Marcelina, todos em São Paulo, além do Complexo Hospitalar do Ouro Verde, em Campinas, o Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, o Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos e o Hospital Geral de Itapevi e o AME Interlagos. O projeto recebe também estagiários de outros estados e, este ano, já passaram profissionais vindos do Acre e do Rio Grande do Norte.

Fonte: Hospital Sírio-Libânes


É NOTÍCIA - SETOR

 

ANS ANUNCIA NOVO ROL DE PROCEDIMENTOS

Na última segunda-feira, 21 de outubro, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e o diretor-presidente da ANS, André Longo, anunciaram o novo Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, resultado da consulta pública realizada pela Agência, que beneficia 42,5 milhões de consumidores com planos de saúde de assistência médica e outros 18,7 milhões com planos exclusivamente odontológicos. Assim, a partir de janeiro de 2014, os beneficiários de planos individuais e coletivos terão direito a mais 87 procedimentos, incluindo 37 medicamentos orais para tratamento domiciliar de câncer e 50 novos exames, consultas e cirurgias. A lista completa pode ser conferida aqui e a respectiva Resolução Normativa nº 338 está disponível na sessão Circulares do site da AHESP.

Fonte: ANS


GOVERNO DE SÃO PAULO ANUNCIA EXPANSÃO DE INVESTIMENTOS EM SAÚDE

O governador Geraldo Alckmin anunciou, na última sexta-feira, um pacote de ações na área da saúde. Entre elas, um projeto que prevê bônus para profissionais que trabalhem na periferia paulistana e em algumas regiões do interior, onde há dificuldade de contratação de mão de obra e, também, a criação de 600 vagas para médicos residentes custeadas pelo Estado. O projeto sobre o benefício precisa ser finalizado e, então, enviado para aprovação da Assembleia Legislativa. Já a medida referente às vagas deverá ampliar o número de residentes para 6.134 e as instituições que os abrigam devem passar de 49 para 68.

Fonte: Folha de S. Paulo


INFLAÇÃO EM SAÚDE É TEMA DE MATÉRIA NO JORNAL MONITOR MERCANTIL

O centenário e tradicional jornal carioca Monitor Mercantil publicou, no último dia 14, matéria intitulada “Inflação em Saúde afeta investimentos de hospitais”. Com dados e análises do Sindhrio, que representa cerca de 2 mil estabelecimentos de saúde, o texto informa que a inflação do setor já chega a 16,5% em 12 meses contra o IPCA de menos de 6% do período. De acordo com o presidente da entidade, Fernando Boigues, a redução na receita tem gerado desequilíbrio e impedido novos investimentos. Confira a matéria na íntegra aqui

Fonte: Monitor Mercantil


PLANEJAMENTO PATRIMONIAL E SUCESSÓRIO

No último dia 22 de outubro, representantes do BTG Pactual aproveitaram a reunião do Conselho Diretor da AHESP para fazer uma apresentação sobre o Processo de Planejamento Patrimonial e Sucessório, sobre o banco e a área de wealth management (Gestão de Patrimônio). A apresentação foi feita por Mariana Oiticica e por Mauricio Leite.

Especificamente, foram apresentados os aspectos básicos de um processo sucessório, envolvendo os diversos bens de uma família (imóveis, participações societárias e investimentos), as diversas formas de transmissão de uma herança (testamento, doação etc.) e os impactos que cada forma de transmissão tem no patrimônio familiar.

O BTG Pactual tem uma história de quase 30 anos, em que se tornou o principal Banco de investimentos da América Latina. A instituição teve início em 1983, quando a Pactual foi fundada no Rio de Janeiro como uma corretora de valores. Desde sua criação, a Pactual foi administrada como uma partnership, através da associação firmada entre seus sócios fundadores. Nos 13 anos seguintes, a empresa expandiu-se consideravelmente, tornando-se um Banco completo, com vários escritórios espalhados pelo Brasil e operações na América Latina (Chile, Colômbia e Peru), México, além dos Estados Unidos, Inglaterra e Hong Kong.

Atualmente, o BTG Pactual é líder no mercado de assessoria financeira e serviços de mercado de capitais na América Latina e é o maior gestor de recursos independente no Brasil, com mais de R$186 bilhões em ativos e um dos maiores gestores de private wealth da América Latina, com recursos de aproximadamente R$65 bilhões.

A área de Gestão de Patrimônio, além de fazer a gestão dos recursos de seus clientes, possui um setor de planejamento patrimonial liderado por Mariana Oiticica, que tem como objetivo, trabalhando em conjunto com os clientes, elaborar o planejamento com foco nos seguintes pilares: gestão global de patrimônio, otimização da administração patrimonial, planejamento sucessório e eficiência fiscal.

Ed. Anteriores